sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Consequências...

Bom, começando com um "É Foda!" rsrs...
(Ou melhor... primeiro tenho q falar q aprendi a pôr imagem no post!! hauhauahuauh Muuuuito burra, eu sei!)
Voltando ao assunto...(q nem comecei) Eu lá, em minhas incessantes reflexões, tive um insight um tanto óbvio... como pequenas coisas podem desencadear consequências inimagináveis num futuro surpreendentemente não muito distante... E quando o que importa, e os valores, começam a passar por transformações? Será que, no fim, não eram sempre os mesmo valores? Escondidos atrás de intenções inconscientes, que às vezes, sem nem saber porquê, nos fazem perder o rumo do que é o que chamamos de intenções conscientes? Difícil saber... nossas vontades estão em constante mudança, principalmente para alguém tão bipolar quanto eu, e identificar o que é, digamos, puro, genuíno, e oq sofreu alteração (passageira) é uma luta árdua no dia-a-dia... vontades, desejos, sonhos, certo, errado... quanta coisa importante sujeita a alterações do mundo externo e do interno de cada um de nós... e o pior de tudo, sabe oq é, dessas mudanças?
A possibilidade que isso tudo tem de afetar sentimentos "inabaláveis"... mesmo que seja mesmo inabalável, mudanças "climáticas" dentro da gente pode causar um estrago... resta-nos rezar para que os danos sejam reversíveis...
Como a distância... se somada a minúsculas atitudes impróprias, que em quaisquer outras circunstâncias seriam ridiculamente menosprezadas, nos deparamos com uma perfeita bola-de-neve..
Resumindo:
Distância -> Saudade -> Carência -> Hipersensibilidade -> Insegurança -> Ciúmes -> Mais carência -> Mania de Perseguição -> Briga -> Crise -> Tristeza -> Saudade..
E assim vai... até alguém por um fim nesse ciclo vicioso... Meus posts ultimamente seão consideravelmente mais curtos, pois são pensamentos soltos, que tento captar num determinado momento para TENTAR traduzir em palavras neste blog... e admito que não conseguirei me desfazer dele não... é simples, mas é a forma que encontro de pôr para fora oq sinto na esperança de algum alívio, quando outras formas jã não causam o mesmo efeito mais...

Juh*

2 comentários:

Juliana. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana. disse...

Seus posts são curtos ,mas o nível de complexidade anda aumentando.
Fiquei feliz em saber que você não excluirá o blog.
:)
Não acha que está na hora de quebrar esse ciclo?