quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Turbulências...

Eras se passam e meu blog junta até teia de aranhas virtuais... sendo essa hibernação passageira e passada, venho declarar aos q duvidavam se nós, Patuscas, tínhamos sobrevivido a tanto tempo..
Sim, estou viva! Não sei dizer exatamente em quais aspectos neste exato momento mas, biologiamente estou viva!
E aproveitando também para informar que a existência desse blog é incerta... há chances dele não estar mais entre nós num futuro bem próximo...
Não tenho tempo e nem muito menos saco e sequer inspiração para viajar sobre quaisquer assuntos... agora eu seria totalmente imparcial devido às influências sociais e turbulências psíquicas que ando atravessando...
A dor e a aflição que um coração sente ao ter medo é absolutamente apavorante... e quando se trata da coisa que ele mais teme? Consegue compreender mais ou menos? Pois bem...
Uma pequena parcela se encontra resumido aí... porque coisas ruins nunca vêm só? Os antigos sabiam oq diziam nesse ditado...
Mas não quero nem posso perder mais muito tempo por aqui por enquanto. Prometo voltar assim que tudo tiver mais calmo e eu puder dedicar mais que alguns míseros minutos... ou volto e excluo de vez, quem é que sabe? Pois um blog precisa de bem mais... e eu também preciso de bem mais que esses minutos...



[Aviso que não possuo mais perfil no orkut, aos que me tinham por lá... qualquer coisa peça o msn sei lá!]

3 comentários:

Juliana. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana. disse...

Quando o coração sente medo não há mais o que fazer a não ser enfrentá-lo de frente,desafiá-lo.
E eu tenho certeza que você não só precisa,mas merece muito mais que minutos.


Não exclua o blog.Oô

;**

Rodrigo Sioly disse...

Irei fazer uma campanha, não exclua o Blog...

Po não faça isso juh, pois é aí que voce coloca o que voce sente, sem ter alguem pra dizer como e quando fazer... kero conversar com vc!!!

beijos...

Como a "silveirinha" disse

Não exclua o blog.Oô